PAUSA PARA EXISTIR / CIRCULAÇÃO NAS ESCOLAS

O projeto "Pausa para existir" da coletivA ocupação, foi contemplado pela 4º Edição do Prêmio Zé Renato da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, para a circulação de residências artísticas, rodas de conversa e apresentações do espetáculo Quando Quebra Queima em mais de dez escolas públicas, duas Fábricas de Cultura e no Centro Cultural da Juventude Ruth de Souza. Ao todo serão vinte apresentações gratuitas por toda São Paulo.

 

Realizar a circulação de Quando Quebra Queima nas escolas públicas e centros culturais, falando sobre as revoltas de estudantes dentro dos espaços onde elas aconteceram é urgente e fundamental para que as novas gerações possam libertar os lugares em que vivem e estudam e possam pensar e criar livremente. A coletivA ocupação reúne diferentes performers que em sua maioria são também de origem periférica e estudaram em escolas públicas, trazendo uma perspectiva íntima e particular de quem viveu o dia a dia nestes espaços e fez parte da sua transformação durante o movimento secundarista, trazendo uma nova perspectiva ao ambiente escolar, provocando autonomia e identificação em quem assiste, tocando especialmente o público jovem.

Cópia de 13-12-19-yzabella_de_oliveira-3
DSC_8870.jpg

“Revisitar a Brasilândia
Com o trabalho que começou a partir dela
Com o corpo que foi criado por ela
Foi me perder
No espaço-tempo
Do afeto
Do prazer
Da imensa dor
De querer levar o morro todo pro universo
E esquecer que o morro
Já tem e é o seu próprio
Ele já tem sua autonomia

O que é necessário é criar o poder
Dele conseguir também acessar outros.”

 

(Ariane Aparecida, atriz. Ex-aprendiz da Fábrica de Cultura da Brasilândia)

“Foi lindo ver corpos como os meus, de pessoas com muita história e com um diálogo corporal verdadeiramente diverso. A maioria dos jovens que participaram das oficinas foram em todas as apresentações e isso só exemplifica o quão importante foi para todas em palco - público e performers.  Ir para brasilândia, trocar com as pessoas do bairro, perceber que eu mesmo sendo de outro bairro, eles têm ali um jeito muito parecido de se estruturar e de estruturar a circulação artística dentro da periferia se faz importante porque a gente consegue enxergar mais de perto como realmente mudar o imaginário e a realidade de muitos que vão nos assistir.”

 

(Abraão Kimberley, ator e preparador vocal)

Cópia de Cópia de 13-12-19-yzabella_de_o

A zine é um material poético construído pela coletivA para acompanhar os debates e oficinas com os alunos das escolas públicas parceiras do projeto. Construída a partir do universo da peça “Quando Quebra Queima”, a zine propõe uma experiência como a do espetáculo, atravessando mundos e transitando por várias linguagens artísticas (poesia, dança, música, teatro, performance e artes visuais).

AUDIOZINE

PLAYLIST

APOIO

CDP_logos_pb_1_transparente_edited.png

produção

CORPO_RASTREADO_PRETO_semfundo.png

REALIZAÇÃO

coletiva-ocupacao-branco.png
CULTURA_CENTRALIZADO-sp.png
ze renato_fundo escuro.png
CULTURA_CENTRALIZADO_pb_negativo.png

O projeto "Pausa Para Existir | Quando Quebra Queima: circulação para estudantes de São Paulo" foi contemplado pela 9a Edição do Prêmio Zé Renato da Secretaria Municipal de São Paulo.